#Acessórios Salva-Look [by CC]

quinta-feira, novembro 06, 2014



«I say: dress to please yourself. Listen to your inner muse and take a chance.
 Wear something that says "Here I am today!"» [Iris Apfel]

De há uns meses a esta parte tornou-se muito complicado vestir-me de preto todos os dias. O preto envelhece, e quando não envelhece, deprime. Uma pessoa pode não gostar completamente daquilo que faz, mas ser obrigada a usar preto como farda não torna as coisas mais fáceis... O preto destaca as piores coisas numa mulher [as rugas, as olheiras, as borbulhas, as ansiedades e a queda de cabelo também quandos os fios que caem vão ficando presos na roupa] e não é um tom que se consiga conservar incólume quando se anda a carregar caixotes e a armazenar mercadoria identificada com pó de giz... [parece uma espécie de casa do terror em noite de Halloween!].

Então, baseada em muitas pesquisas que fiz, centenas de visitas ao Pinterest, e em algum espírito criativo, decidi usar algumas tácticas para me afastar desse "mau olhado" medonho que o preto parece trazer. Recorri ao conceito de "acessórios salva-look" da Oficina de Estilo, e desde que comecei a misturar mais cores, o mood do dia mudou completamente! A ideia é simples: imaginem-se uma tela que só tem acessórios naturais: cor da pele, cor do cabelo, cor dos olhos, tom dos lábios, e por aí fora... E depois desafiem-se a destacar uma dessas coisas com um "acessório artificial". Parece complicado, mas não o é. 

O batom é um deles. Um batom muda tudo, não vou voltar a repetir isso. Enaltece o vosso sorriso e destaca o vosso discurso [quando eu tenho um tom de batom forte e estou a falar com uma cliente sobre "mamas" sei que ela não vai cair na tentação de olhar mais para baixo porque já lhe atraí para onde eu queria que ela prestasse atenção: o meu discurso]. Se vocês não têm tempo ou não gostam de se maquilhar muito, pelo menos usem uma máscara e um blush para realçar o olhar e as maçãs do rosto [e agora é muito mais fácil do que há uns anos atrás, não têm de andar pr'aí a beliscar as bochechas para parecerem mais rosaditas (se bem que eu não me importava nada de beliscar algumas de vocês)]. A cor dos "acessórios artificiais" também pode ser extensível ao verniz das unhas... principalmente se trabalham "com as mãos no cliente".

Se utilizam óculos [tal como eu], certifiquem-se de que não os têm há mais de 10 anos! Os óculos, tal como as sobrancelhas são a moldura do rosto. Procurem um modelo actual, que enquadre bem nas características da vossa cara e que não vos faça parecer uma avózinha... [a não ser que seja uma avózinha sexy e marota, isso sim, é aceitável]. E da próxima vez que combinarem ir ao cinema com aquele moço com quem andam a sair, não vão ter de passar o filme inteiro a pedir para ele vos ler as legendas só porque tiveram vergonha de mostrar que eram caixinha de óculos...

E boom!... Apostem na bijuteria! Anéis, pulseiras, colares, brincos, tudo é permitido e tudo é combinável! Até flores na lapela se vocês quiserem! Podem não gostar de peças grandes ou de cores vibrantes, mas  umas pérolas nas orelhas são o suficiente para mudar a classe de uma mulher. E por entre a bijuteria invistam num bom relógio.... um relógio diz muito sobre quem somos, confiem em mim.

Adicionem ao vosso look total acessórios que possam enriquecer a composição central... chapéus, sapatos coloridos, malas com padrões, écharpes... tudo o que seja suficientemente vibrante para transformar o vosso "pijama social" numa coisa linda e cheia de graça. Eu sou completamente apaixonada por acessórios [acho que ficou claro pelas imagens que revelei]... sirvo-me deles para melhorar o "valor" das peças de roupa que tenho e para reforçar a minha "assinatura pessoal". Toda a gente que conhece a CC sabe que é raro a CC não usar batom... Sabe o quanto ela ama drama e entradas triunfais como se tivesse saído de um filme... Sabe que ela usa sempre a sua coroa invisível para se defender dos males que ameaçam o mundo. A ideia é essa, tornarmo-nos os nossos próprios modelos. Alinham no conceito?

Outra das coisas que eu comecei a fazer foi utilizar a minha roupa normal e só trocar para a farda no trabalho. Foi um conselho da minha irmã e do J que realmente fez todo o sentido. E as minhas colegas de trabalho aderiram em força... até parecemos outras! Assim, sempre que tiver um meeting depois do horário laboral não corro o risco de me confundirem com um membro da família Adams... E só para terminar, a cor da lingerie também ajuda a dar uma "calibrada" na confiança de uma mulher [não se esqueçam disso]! A ideia é mostrarem as vossas "true colors" [de dentro para fora]. #shinebrightlikeadiamond!

Au revoir! Pinterest // Instagram // Facebook // Twitter
[photo credits: ccstylebook]

Deixe um comentário

6 comments

  1. Adorei o conceito de colorir o nosso dia-a-dia com acessórios, com a vantagem de nos tornar tão únicas! Mesmo que a roupa seja sempre a mesma, um pequeno apontamento faz toda a diferença :) Divirtam-se meninas a experimentar os concelhos da CC!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada maninha! Sabes que sempre foste a minha companheira de experiências no mundo da moda (umas melhores que outras, claro). Adorei quando pintaste o cabelo de preto e quando eu pintei o meu de roxo. Que susto! Love you!

      Eliminar
  2. sem duvida! sou fa de encharpes no inverno e adoro colares no verao. já adquiri um chapeu bourdoux para aminar o inverno!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Força! Queremos fotos desse chapéu depois :)

      Eliminar
  3. Excelente estas suas dicas, CC.
    Foi a melhor atitude que teve: sair de casa com a sua roupa e usar a farda no local de trabalho.
    Eu tenho as minhas manias: de inverno uso écharpes (ainda hoje usei uma giríssima que comprei em Madrid e senti-me a rainha da fisioterapia, ahahaha) e lenços.
    Já as pulseiras gosto mais de as usar no verão. Incomodam-me com as camisolas e os casacos, a não ser quando vou a um jantar.
    Brincos: tenho fases e adoro, mas só uso de ouro e prata pois sou alérgica a alguma bijuteria.
    Relógios, que adoro e se pudesse tinha uma colecção deles, os que tenho são de boas marcas e bonitos.
    Baton: já manifestei-me, recentemente, aqui, que não uso e não gosto de me ver.
    De resto, sigo muito do que aqui deixou registado porque gosto de agradar a mim mesma. É para mim que me visto.
    Obrigada, CC.
    Mais uma vez, leio-a com muito carinho.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto ao batom Maria, opte por tons leves, coral, só para realçar o brilho. Vai gostar!
      Beijinhos

      Eliminar