#Há toda uma bicha em mim

sábado, fevereiro 21, 2015


Calma. Não se assustem. Eu sei que o título é comprometedor, sobretudo quando a escritora do blog tem como ocupação principal avaliar tipologias de mamas [e embora isso pareça idílico aos olhos (e aos ouvidos) de muitos senhores, aviso desde já a navegação à vista que nem tudo o que brilha é ouro, se é que me entendem]. Ao fim de 3 anos de carreira no mundo dos mamilos, o meu maior sonho neste momento é ser convidada para júri do concurso Miss T-Shirt molhada [se alguém percebe do assunto, essa pessoa sou eu]. É de mérito.

Só queria partilhar com os meus leitores que ao fim de 5 meses, bastante cólicos, e pontuados por gastrites capazes de deitar uma pessoa abaixo, descobriu-se, (finalmente), que a razão disso tudo é uma pequena bactéria alojada no meu estômago. [essa maldita!] Se eu fosse uma bactéria, [não chego a tanto, mas o meu mau-feitio é capaz de ser bastante contagioso], eu também ia gostar muito de estar alojada numa pessoa fofa como eu, mas como eu sou uma espécie anti-social não quero cá companhias estranhas dentro das minhas propriedades. "Antes só que mal acompanhado", diz o povo.

Estou a ser "blindada" com dois antibióticos que me têm deixado um bocado cansada... ando a arrastar-me (sempre com classe, claro) e com tendências amnésicas (que até me podiam ser convenientes, mas não o são). Com tanto comprimido pela goela abaixo, vai na volta, não morro da doença, mas sim da cura. É por isso que o cansaço tem ultrapassado a minha vontade de escrever, mas assim que a bactéria começar a desfalecer espero recuperar toda a minha veia artística. Tem sido complicado sobreviver sem cafeína e outras coisas demais, mas analisada a bicha de um outro ponto de vista, até tem sido uma boa companheira de dieta. Isso e nada mais. 

Portanto aos meus caríssimos leitores, espero eu, sem bichas dentro de si, desejo uma óptimo fim de semana de papo pr'ó ar, [seria o que eu faria, mas há pr'aí umas quantas desesperadas por ter tudo nos conformes e como a gente não lhes consegue pôr o cérebro no sítio certo ao menos damos-lhes um jeitinho nas mamas... se o primeiro falhar podem sempre socorrer-se do segundo]. 

P.s - assim que tiver mais vitalidade, revelo-vos o nome do vencedor do último #ccfavoritethings! Mi perdoem, mas a causa é nobre! Au revoir!

Visitem-me por aqui: Pinterest // Instagram // Facebook // Twitter

Deixe um comentário

0 comments