#Antes morrer livres que em paz sujeitos

quinta-feira, março 26, 2015













Durante estas férias tive a oportunidade de fazer uma coisa diferente... Desafiaram-me a passar um dia na companhia dos mais pequeninos, e apesar dos [meus] receios iniciais, o saldo foi [muito] positivo! Valeu mesmo a pena! Fui convidada a entrar em acção na Colónia de Férias da Páscoa organizada pelo departamento de Reabilitação na Comunidade da Associação Salão Teatro Praiense. 

O desafio veio de uma pessoa que me é muito querida, a minha irmã, que juntamente com uma equipa de técnicos, sob coordenação da Dr.ª Márcia Canha, promovem uma série de iniciativas que têm como objectivo potenciar o desenvolvimento infantil de várias crianças do concelho da Praia da Vitória. 

O dia começou com uma visita ao Castelo de São João Baptista, uma fortaleza com anos de história situada na península do Monte Brasil [acho que eu estava mais entusiasmada do que as crianças!]. Almoçámos no parque da reserva natural do Monte Brasil e a seguir gastámos algumas calorias no Bowling de Angra do Heroísmo. No final do dia demos asas à liberdade no Parque Municipal do Relvão [por esta altura confesso que já precisava de um Advil para as dores de cabeça!].

Resumindo, apesar de todas as maleitas [dores de cabeça, dores nos pés, dores nas costas, roupa suja, cansaço], foi muito divertido participar nesta actividade. Não raras vezes julgamos mal e indevidamente o trabalho pouco visível das pessoas que cuidam dos nossos, vossos filhos, mas se tivessem oportunidade de testemunhar o que eu testemunhei iam com certeza perceber que se ser mãe já é por si só uma tarefa (ingrata) e difícil, ser educadora de infância é tudo isso a triplicar.

Um obrigado e um bem-haja à Tânia, à Márcia, à Elisabete, à Catarina, à Mónica e à Jéssica [eu não teria jeito nenhum para fazer o que vocês fazem]. E às crianças, um beijo enorme por tudo aquilo que me deram, gratuita e carinhosamente.

                                             Pinterest // Instagram // Facebook // Twitter
[imagens: ccstylebook]

Deixe um comentário

1 comments

  1. "ser mãe já é por si só uma tarefa (ingrata) e difícil, ser educadora de infância é tudo isso a triplicar."

    Sem dúvida.

    Beijinho

    ResponderEliminar