#Tenho tantas saudades de ter uma avó

quarta-feira, abril 08, 2015

À medida que crescemos tenho a sensação de que nos tornamos mais saudosos. A velocidade a que a vida corre obriga-nos, naturalmente, a substituir os nossos ascendentes pelos nossos descendentes... De netos e filhos passamos a pais e tios. Exigimos amor para voltar a dá-lo nas mesmas condições. É um ciclo, por vezes cruel. Um ciclo onde todos entramos, mas de onde nem todos saímos. No fim de cada volta às vezes não restam mais do que memórias... No fundo, estórias que substituem pessoas. 

De cada vez que alguém que me é próximo perde os avós, quebra-se-me o coração mais um bocadinho... Parece que volto a sentir a dor que senti quando perdi a minha avó materna. E voltar a sentir essa dor é voltar a ter que aceitar uma ausência insubstituível. Posso estar a exagerar e a falar do que não sei, mas perder os avós parece-me sempre uma dor maior do que a dor de perder um pai ou uma mãe. É uma perda em duplicado porque os avós são inegavelmente pais duas vezes [e às vezes são melhores pais dos netos do que aquilo que foram dos filhos].

Tenho tantas saudades. Tantas. A minha avó era uma muito pessoa especial para mim. E continua a sê-lo ainda que não lho possa dizer. Quando falo dela brilham-se-me os olhos [aliás brilham os de quase toda a gente quando as estórias que se contam são sobre avós]. Fui grandiosamente feliz ao seu lado... Fui "feliz para sempre" durante o efémero momento em que a vida nos juntou.

Esta Páscoa tive uma avó "emprestada", a do J., e posso confessar-vos que voltar a poder sentar-me ao lado de uma "contadora de estórias", ainda que a mente lhe tenha pregado uma partida desleal nos últimos 2 anos, encheu-me o coração. Ninguém substitui ninguém, mas o colo de uma avó reconhece-se a milhas de distância... Por isso, enquanto a vida se demorar, só tenho uma coisa para te pedir: empresta-me o teu abraço [e o da tua avó também].

                                       Pinterest // Instagram // Facebook // Twitter

Deixe um comentário

0 comments