#Antes&Depois: Rendida ao Lob!

terça-feira, junho 09, 2015


Não é só das nossas estórias que nos temos de despedir... Às vezes também temos de ser duros e dizer 'adeus' aos nossos 'escudos protectores'. Eu sempre me escondi atrás do meu cabelo da mesma forma como uma mulher roliça esconde o corpo atrás de roupas largas. Os meus caracóis sempre representaram para mim o que as tranças representavam para Sansão: força e vitalidade... Mas não faz sentido abraçar esta nova fase da minha vida sem celebrar a mudança e sem me despir por completo daquilo que ficou para trás.

"Isso de certo e errado não existe, especialmente em moda. O que importa é se sentir bem, se reconhecer em frente ao espelho. E a gente pode se sentir exactamente como quer a partir do que escolhe vestir, usando o auto-conhecimento como ferramenta - com referências que vêm mais de dentro do que de fora. (...) Não tem direcção mais certeira para escolher o que ter no guarda-roupa - entender quem a gente é e o momento em que vive. (...)" in Vista quem Você é, Cris Zanetti e Fê Resende

Sentir-me-ia falsa se não abraçasse esta nova fase a partir do zero. É por isso que lá se foi uma parte do cabelo... Sem medo. Sem receio. Sem hesitação [é um exercício bastante recomendável para quem gosta de emoções fortes]. Se é para sermos felizes, sem estórias douradas, então sejamos honestos e comecemos a viver sem (tantas) defesas. Nunca conseguiremos viver uma vida plena se continuarmos 'barricados' pelos nossos medos. Até agora estou a sentir-me leve, livre, e já agora, louca... Confesso que estou a adorar este peso a menos! [acredito que não fosse todo do cabelo, mas usemos essa analogia que tão bem serve este post].

[imagens: ccstylebook]

Deixe um comentário

0 comments