#Somos ou não somos um país de tanga(s)?

quinta-feira, junho 11, 2015



1. Low-rise brief, La Perla; 2. Boxer brief, Princess Tam Tam; 3. Cullote brief, Chantelle4. Cheekster pantie; Victoria's Secret; 5. G-String, Playful Promises; 6. High Waisted Brief, Chantelle

Bernadette Kissane, analista de mercado, escreveu recentemente num artigo que "para os grupos consumistas da nova geração é considerado cool usar cuecas grandes", afirmando que as "tangas já tiveram o seu momento". Os peritos em números indicam que, nos Estados Unidos, por exemplo, a venda de tangas diminuiu 7% em 2014, enquanto as 'cuecas mais compostas', sejam elas boxers, de cintura subida ou as chamadas 'cuecas da avó', cresceram 17%.

Erica Russo, directora de acessórios, cosmética e roupa íntima da Bloomingale's explicou ao New York Times que há uma mudança no negócio provocada principalmente pelo facto de as calças de cintura subida voltarem a dominar o mundo da moda. Portanto, as mulheres mais novas estão a render-se aos encantos das 'cuecas de gola alta'... Será verdade? Acusem-se s.f.f!

Eu começo: eu adoroooo cuecões! [e ainda me posso considerar jovem, certo?!]. Já lá vai o tempo em que as minhas primeiras opções de compra eram tangas. Quando andava no ginásio, as meninas esticavam-se tanto nas suas leggings translúcidas, que se podiam ver os fiozinhos das tangas obsoletas quase a rebentar como se fossem pulseiras do Srº. do Bonfim. Naaaa, eu não entro nessas aventuras... P'ra mim cueca tem de ser um acessório resistente e robusto, suficientemente alto para abraçar o pneu da felicidade e as 'peguinhas do amor' [isto hoje está-me a sair um bocado ao lado, efeitos do Santo António, só pode].

Tangas, lamento, mas nunca gostei muito delas. Só quando o rei faz anos, dependendo do humor! Ainda assim para quem não gosta das cuecas de gola alta, existem várias opções para fugir a um pedaço de tecido enfiado entre as ... [entre aquilo que vocês sabem]. Nunca mais me esqueci de uma estória que uma amiga da minha mãe, mais velha, contou uma vez. Quando ela se apresentou ao marido, com a bela da tanga vestida, ele disse-lhe: "pareces um lutador de sumo". As tangas ainda que não se dê importância, podem acabar com um casamento... tenho dito.


[shopping & design: ccstylebook]

Deixe um comentário

5 comments

  1. Estavas inspirada quando escreveste isto! Hahahaha

    ResponderEliminar
  2. E somos um país de tangas sim, não das que se vestem, mas das que se pregam às pessoas! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E das que se vestem também! Em Portugal ninguém gosta de andar muito composto!

      Eliminar
  3. "para abraçar o pneu da felicidade e as 'peguinhas do amor' "
    Muito bom, CC.
    Penso que já manifestei o meu quase ódio pelas cuecas fio dental. Já usei, quando elas invadiram o mercado, mas não usava aquele estilo triângulo que num dos vértices sai um fio que arranha, mas sim as de microfibras com um pedaço de tecido atrás e que mesmo que se metesse no rabo, não arranhava.
    Quando percebi que no ginásio todo o mulherio usava, e ainda usa, e vi a figura feia que faziam, deixei de usar.
    Tenho na gaveta algumas, aquelas mui sexy para determinadas ocasiões a dois...
    As minha cuecas de eleição são as normais que fazem conjunto com o sutiã , porque gosto de vestir a cueca da mesma cor do sutiã e se este for florido, escolho cueca de uma só cor e predominante no sutiã.
    Desculpe este imenso comentário. Tenho de começar a cortar nas palavras.
    Beijinho

    ResponderEliminar