O cúmulo da solidão

quinta-feira, novembro 19, 2015

Ficar triste com o desaparecimento forçado do rato forasteiro que andava pelo quintal.
Estender a roupa nunca mais será o mesmo.

Deixe um comentário

2 comments