Os empreendedores estão sozinhos

terça-feira, novembro 24, 2015

Estou cansada (sim, os desempregados também têm o direito de estar cansados). Estou cansada de tentar. Começou a última semana do curso Empreende Açores 2015 e o saldo final é apenas um, e é generalizado: resume-se a isto, DESALENTO. Não que a formação não tenha sido interessante, isso foi, (o conhecimento não ocupa lugar), mas mais do que a crise económica, o tal pensar pequenino das pessoas da Terceira é a principal ameaça dos empreendedores locais. Nenhuma das pessoas que está na formação quer efectivamente ser empreendedor... Nem eu própria sei se o quero ser (ou melhor, eu até tenho tentado ser, mas sem lograr nada). 

Quando as pessoas, por exemplo, me contam estórias deste tipo, eu benzo-me com a mão canhota! Há um empresário na Terceira que teve a sorte, (sorte, hoje em dia ninguém tem, o que as pessoas têm são cunhas), de ver o seu projecto ser financiado pelo estado: 70% veio do Governo Regional, os outros 30% vieram dos bolsos dos pais. Não é que essa pessoa, (que eu não sei quem é), recebeu 2 prémios de empreendedor do ano mesmo antes de ter aberto a empresa?! Como é que me justificam isto?!

Dizem-me que a realidade das ilhas está mudar, (principalmente em São Miguel), mas será verdade? Nesta fase do campeonato custa-me muito acreditar que sim. Por aquilo que tem sido a minha experiência até agora, posso dizer-vos que as entidades da Terceira, principalmente os organismos públicos, sabem agendar reuniões, mas não sabem manter contactos. Isto é mais ou menos o mesmo problema que se passa com os empreendedores: toda a gente pode abrir um negócio, mas poucos sabem geri-lo.

Desculpem-me o desabafo, mas tenho o coração ligado à boca. Eu não vou ganhar nada com isto, se calhar até vou perder, mas ao menos fico de consciência tranquila. Custa-me muito apresentar projectos em nome próprio, (do qual eu muito me orgulho), que não são aprovados simplesmente porque se fossem iam envergonhar as pessoas que fazem parte da casa. Foi a resposta que me deram meus amigos. Depois de 2 meses a trabalhar a fundo, a dificuldade de se viabilizar um projecto passa por aqui... Pelas fragilidades idiossincráticas dos funcionários públicos. Sabem quando é que a mudança se vai dar? Nunca!

Deixe um comentário

2 comments

  1. Quando vejo na SIC Radical o "Shark Tank" entendo o quanto "custa" sr empreendedor.
    CC, desculpe intrometer-me, mas se tem algo em mente, porque não candidatar-se à 2 série de Tubarões , já no próximo ano?

    http://sic.sapo.pt/Programas/shark-tank

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho nada em mente Maria, mas obrigada pela sugestão :)

      Eliminar