Primeira quimio: done!

sexta-feira, fevereiro 19, 2016

Tecnicamente, posso afirmar que o primeiro ciclo de quimioterapia está feito. Tive uns dias menos bons, confesso. Não só por causa de algumas pequenas complicações que surgiram durante o processo, mas também porque as duas colegas de quarto que estavam comigo, desde o inicio, tiveram alta... E a verdade é que, independentemente de estar consciente que estava numa fase de tratamento diferente da delas, alta é alta. Toda a gente sonha com ela. E toda a gente quer ir para casa. Eu também.

Fui-me um bocadinho abaixo psicologicamente. Não houve como não ir. Os médicos trabalham muito rápido e o ritmo é exaustivo, MAS ATENÇÃO, ainda bem que o é! O problema é que por vezes a avalanche de informação que temos para processar é tão grande que não há forma de organizá-la devidamente. Sentimo-nos minúsculos. E não raras vezes, impotentes. Acho que é isso o que me aflije mais: a impotência. O não saber como é que o corpo vai ripostar. Tenho tentando não pensar muito. Tem sido essa a minha estratégia. É uma estratégia pouco elaborada, VERDADE, mas serve-me bem. Por enquanto.

Voltando à quimio. A quimioterapia, para quem não sabe, é um processo relativamente simples. É administrada como se fosse soro, para simplificar. E é, aparentemente, indolor. A parte mais complicada da terapêutica são mesmo os efeitos secundários, embora hoje em dia já existam muitos fármacos preparados para atenuar os mesmos. Menos a perda de cabelo. Ainda não há nada que impeça isso de acontecer. O meu cabelo está obviamente mais fraco, mas ainda não começou a cair aos molhos, em todo o caso, mais tarde ou mais cedo, tenho de o cortar... Digo que estou preparada para o fazer, mas toda a gente que passou pelo mesmo diz que não é bem assim... Acho que na minha família estamos todos a atrasar um bocadinho esse momento, mas em breve, ele chegará. Uma coisa é certa, dizem que volta a crescer. E mais forte ainda.

Agora o próximo passo é esperar. 
Esperar sem desesperar. E esperar que tudo corra pelo melhor. 

Deixe um comentário

13 comments

  1. Não desesperes minha querida... Vai correr tudo pelo melhor! Um beijinho e um xi-coração enorme

    ResponderEliminar
  2. Tenho pensado muito em si, CC, e peço a Deus que lhe dê força.
    Vai vencer com certeza todas as barreiras.
    Um abraço.
    :)

    ResponderEliminar
  3. Que corra tudo pelo melhor e que não te faltem as forças e o apoio daqueles que mais te amam, força!

    ResponderEliminar
  4. Cátia, tudo a correr bem. Força que há-de continuar nesse registo. Beijo doce de Penafiel.

    ResponderEliminar
  5. Olá, CC.
    Sempre que puder, dê notícias.
    Beijinho

    ResponderEliminar