Coisas boas da vida

sábado, junho 25, 2016


Andar de pés descalços sob a relva. Andar de pés descalços na areia. Andar de pés descalços. Cantar, desafinada, no duche. Bem desafinada. Adormecer enrolada na toalha (ainda molhada). A meio da tarde. Acordar, todos os dias, com o som do galo e não com o despertador. Ficar mais cinco minutos na cama. Tomar um pequeno-almoço demorado (com pão caseiro quente). Lamber as tampas dos iogurtes. E os dedos também.

Mergulhar. De preferência, no mar dos Açores. Sentir o sabor do sal na pele. Ficar na praia até ao lusco-fusco. Contar as estrelas do céu. Pedir desejos. Rir-se dos mesmos desejos. Beijar alguém. Fazer promessas descabidas. Rir-se das mesmas promessas. Abraçar. Abraçar muito. Adormecer acompanhado e não sozinho. Apaixonar-se. Várias vezes. Por várias coisas. E pela mesma pessoa.

Tirar fotografias ao desbarato com máquinas de rolo antigas. Esperar pela revelação. Esperar pela festa e pelo bailarico. Conduzir. De janela aberta, entre o verde, o verde e o verde. Fazer um pic-nic, improvisado, à beira da estrada. Andar à chuva. Beijos. Muitos beijos. Milhares de beijos.

Passeios sem destino. Escrever um postal. Uma carta. Um poema. Abrir o álbum de fotografias. Rir com as fotografias do álbum de fotografias. Ficar com dores de barriga de rir tanto. Preparar uma surpresa. Sentir o coração bater mais acelerado do que o do surpreendido. Cozinhar. Com amor. Dançar (como se ninguém nos estivesse a ver). 

Retribuir sorrisos. Por tudo e por nada. Celebrar a vida ao minuto. Conversar. Com amigos. Ou com desconhecidos. Esquecer-se das horas (quando as conversas estão boas). Beber uma cerveja fresquinha. Dizer "aaaaahhhh" a seguir. Comer araçás, acabados de apanhar. Caçar pirilampos (isso é possível?). Fazer anos e celebrar. Comer sem engordar. Despertar o lado bom das pessoas. Elogiar o que é preciso ser elogiado. 

Ler. Viajar por entre os livros. Viajar. Rever velhos amigos. Fazer novos amigos. Voltar aos lugares onde fomos felizes. Voltar a ser feliz. Saber perdoar ou aprender a perdoar. Dizer a verdade e nada mais do que a verdade. Seguir em frente sem olhar para trás. Olhar para trás sem rancor. Alimentar. O corpo. E a mente. Viver com fé.

Deixe um comentário

1 comments

  1. Pequenos gestos que fazem uma pessoa feliz.

    ResponderEliminar