Calendário Solidário da Dreambooks

quarta-feira, novembro 30, 2016


Se repararem na barra lateral esquerda do blogue, logo no inicio, há uma "ilha" dedicada aos projectos com alma e é sobre isso que vos escrevo hoje. Nesta rubrica, tenho por principio, destacar ideias que valham a pena, quer pela sua originalidade, quer pela sua utilidade... Ou pelo simples facto de me tocarem o coração. Apesar dos clichés que o Natal reúne, [e contra os quais eu me debato], continuo a acreditar que a época para a qual caminhamos não deixa de ser um óptimo turn on para praticar o bem (e para darmos um pouco de nós aos outros). Se através das vossas compras puderem dar algum sentido ao consumismo, esta iniciativa, (que vos apresento), é uma óptima oportunidade e é única e exclusivamente por isso que a partilho com todos vocês.

Posto isto, vamos ao que interessa! O grupo “Saber Compreender” e o movimento “Uma Vida Como a Arte”, irão receber 1€ por cada venda feita no site da Dreambooks, ou seja, de cada vez que esta empresa vender, por exemplo, um álbum, ou uma tela decorativa, no âmbito da campanha “Calendário Solidário”, está a contribuir para estas duas entidades de apoio a pessoas sem-abrigo. No final da campanha, que arranca amanhã e termina no dia 31 de Dezembro, o valor angariado será repartido pelos dois movimentos.

A campanha, a quinta com carácter solidário promovida pela Dreambooks, proporciona ainda descontos até 50% aos clientes num conjunto de produtos seleccionados diariamente e que fazem parte do “Calendário Solidário”. Recordo-vos ainda que a Dreambooks está a levar a cabo uma iniciativa, no âmbito do projecto “Portugal, o Melhor Destino”, na qual convidou 12 pessoas sem-abrigo a fotografar a cidade do Porto. A empresa em questão pretende um olhar diferente sobre a cidade e, no início do próximo ano, as fotografias seleccionadas irão integrar uma exposição no Centro Português de Fotografia (que eu espero poder ver!).

Sou bastante suspeita ao sugerir fotos como presente de Natal simplesmente porque adoro tirá-las, recebê-las e oferecê-las. As fotografias são sempre boas memórias e por vezes dizem aquilo que nós não conseguimos verbalizar. Uma imagem vale mais do que 1000 palavras. Sim. É cliché. Outra vez. Mas também é verdade. Se decidirem eternizar boas estórias através da Dreambooks, saibam que estarão a ajudar quem ajuda os que vivem nas ruas. 

Deixe um comentário

0 comments